15 filmes banidos ao redor do mundo!

A LISTA DE SCHINDLER’ (1993), de Steven Spielberg, foi banido pelo governo da Indonésia, que considerou o filme alusivo às causas dos judeus.

BORAT’ (2006), dirigido por Larry Charles, além de ser censurado no Cazaquistão (por motivos óbvios), também foi banido em todo o mundo árabe (com exceção do Líbano).  Para as autoridades desses países, o filme é grosseiro e extremamente ridículo. No longa, Sacha Baron Cohen interpreta Borat, o segundo melhor jornalista do Cazaquistão que viaja até os Estados Unidos para fazer um documentário.

DISTRITO 9’ (2009), dirigido por Neill Blomkamp, foi banido pelo governo da Nigéria. De acordo com as autoridades, o filme é xenófobo e preconceituoso. O longa é uma ficção científica que conta a história de alienígenas que são confinados na Terra. Em determinado momento, Wikus, um humano sul-africano, motivado a libertar os extraterrestres, tenta comprar armas de uma quadrilha de nigerianos.

O ENCOURAÇADO POTEMKIN’(1925), dirigido por Serguei Eisenstein, foi censurado na França sob a acusação de ‘inspirar revoluções’; e na Alemanha por fazer apologia ao Marxismo. O filme conta a história de uma rebelião no Navio de Guerra Potemkin.

EU VOS SAÚDO, MARIA’ (1985) do cineasta francês Jean-Luc Godard, foi banido da Argentina por ser considerado um insulto ao Cristianismo. O roteiro é basicamente uma recriação da história da virgem Maria – que neste caso é uma estudante que joga basquete, trabalha como frentista e namora um taxista. Ah, é claro que as cenas de nudez contribuíram com a polêmica! Curiosidade: o filme também foi censurado no Brasil pelo presidente José Sarney, que foi rigorosamente apoiado pelo cantor Roberto Carlos. Mas a medida restritiva não deu certo, pois vários intelectuais e músicos, como Caetano Veloso, organizaram sessões clandestinas para exibir a obra.

‘O EXORCISTA’ (1973), de William Friedkin, foi censurado até a década de 1990 no Reino Unido por ser considerado extremamente assustador.

RAMBO IV (2008), dirigido e interpretado por Sylvester Stallone, foi censurado em Myanmar. O motivo, acreditem, não foram as cenas violentas. É que o governo militar do país (em vigor na época) não gostou da forma como os soldados birmaneses foram retratados no filme. Por outro lado, os grupos que lutavam pela democracia o consideraram uma representação quase fiel da realidade de Myanmar e distribuíram cópias ilegais para protestar e mobilizar a população.

BEN-HUR (1959), dirigido por William Wyler, foi banido da China por fazer apologia ao Cristianismo. As autoridades do país consideraram que o filme poderia incentivar a população a adquirir crenças religiosas.

LARA CROFT: TOMB RAIDER – A ORIGEM DA VIDA’ (2003), dirigido por Jan de Bont, foi banido na China sob a acusação de que o filme mostra o governo do país como desorganizado e conivente com sociedades secretas. Curiosidade: uma das cenas do longa foi gravada em Xangai.

O CÓDIGO DA VINCI’ (2006), dirigido por Ron Howard, foi censurado pelo governo das Ilhas Salomão por conter referências que enfraqueceriam as raízes cristãs do país.

O SEGREDO DE BROKEBACK MOUNTAIN’ (2005), de Ang Lee, foi censurado pelo governo dos Emirados Árabes Unidos. O Ministério da Cultura e Informação alegou que as cenas envolvendo homossexuais poderiam revoltar a população. O Islamismo, religião oficial da confederação, proíbe relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo.

OS INFILTRADOS’ (2006), dirigido pelo célebre Martin Scorcese, também foi censurado na China. Desta vez o motivo foi político, pois uma das cenas sugere que o governo chinês pretende usar armas nucleares contra Taiwan.

O SONHO AZUL’ (1993) foi censurado na China por mostrar os abusos cometidos pelo regime comunista do país nas décadas de 1950 e 1960. Penalizado, o diretor do longa, o chinês Tian Zhuangzhuang, foi proibido de fazer filmes durante dez anos. O filme conta a história de Tietou, um garotinho de Pequim, que observa o cotidiano de sua família em um mundo repleto de mudanças culturais e políticas.

TERROR SEM LIMITES’ (2010), dirigido por Srđan Spasojević, foi o primeiro filme a ser banido no Brasil após a promulgação da Constituição de 1988. De acordo com a Justiça Federal, a medida foi tomada em prol da preservação da vida e da integridade da pessoa humana. O filme conta a história de um ator pornô decadente que é compelido a participar de filmagens envolvendo estupro de crianças, incesto e necrofilia.

ÚLTIMO TANGO EM PARIS’ (1972), de Bernardo Bertolucci, foi censurado pelo governo de Portugal durante dois anos. O filme foi acusado de apresentar um conteúdo sexual muito pesado. Para quem não se lembra, a história é sobre um americano que se envolve anonimamente com uma parisiense libertina. Sem revelar identidades, os dois se encontram em um apartamento que pretendem alugar.

Sobre Pablo Cardoso

Mestre pokémon, rei do gado, plantador de batata e vendedor de pamonha. Formato computadores e crio ovelhas elétricas.

4 comentários

  1. falto centopeia humana…

  2. Marcos Roberto

    Para o meu amigo que reclama deste idiota chamado William Haddad, voce tem razão, o cara é uma besta completa, e se acha no direito de ficar escrevendo suas merdas em todo o lugar.Agora o cretino criou um perfil falso, para falar mais merda ainda.

  3. Faltou o filme amor estranho amor, banido no brasil.

  4. Holocausto Canibal foi recordista de censuras…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top